caderno galego-brasileiro
Inicio > Historias > Descarrego
> Descarrego <

Na televisão, um cara vestido de branco fazendo-se chamar de bispo-alguma-coisa, anunciando de maneira reiterada, quase hipnótica, uma sessão de Descarrego que ia acontecer num lugar suntuoso, no meio da pobreza, chamado pomposamente de catedral mundial da fé. As cenas do evento, repetidas uma e outra vez, eram apavorantes. Uma massa de pessoas levadas à histeria mediante a repetição de rituais, movimentos com os braços, slogans, alguns em transe. No platô, três testemunhas do poder maléfico do Encosto, algum tipo de maldição que, segundo o bispo, encosta nas pessoas fazendo-as sofrer. Um caso: uma mulher pobre, filha de pais alcoólatras, que deixou de ir à escola sendo criança e que se prostitui desde os treze anos. A culpa? Do Encosto. A solução? O Descarrego. E para ajudar, tele-venda de um pequeno frasco de vidro com um líquido verdoso que contem, segundo o bispo, os elementos da Santíssima Trindade. Ficamos sem saber quais são esses elementos, mas tudo bem. Desde a suntuosa catedral, mais testemunhos de pessoas que conseguiram encontrar trabalho, amor, equilíbrio após uma sessão de Descarrego. Imagens manipuladas, para tornar irreconhecíveis os protagonistas, de alguns "carregados" exorcizados pelo bispo. Pega a cabeça deles com as duas mãos, mexe-a e ouve-se uma voz gutural, a do Encosto, exprimindo suas maldades.
Lembrei os endemoninhados da romaria da Virgem do Corpinho, na Galiza. Mas estes são alunos avantajados dos padres da religião católica. Aperfeiçoaram até limites insuspeitados aquelas velhas técnicas e fazem uso do mais moderno marketing sem complexos. Os lucros parecem ser muitos. Alguns desses bispos até são deputados, e todos parecem ter um grande influência. Dinheiro têm demais, pro meu gosto. Como vêem, algumas pessoas agem desde lugares bem menos nobres do que o sovaco de Cristo.
Bom. Agora eu também fiquei descarregado.

2003-06-11, 21:26 | 10 comentarios

Referencias (TrackBacks)

URL de trackback de esta historia http://omar.blogalia.com//trackbacks/8851

Comentarios

1
De: Polinesio Fecha: 2003-06-11 23:36

O único descarrego para o que teria vontade seria aquele de minha força bruta na cara desse bispo.



2
De: Martin Pawley Fecha: 2003-06-12 05:34

Xa, pero, no fondo... hai moita diferencia entre ese espectáculo dantesco e o que fai a Igrexa oficial? Coidan un pouco máis as formas, pero en esencia, en que difiren?



3
De: Polinesio Fecha: 2003-06-12 06:34

A grande diferença é financeira. A Igreja Católica, pelo menos na Espanha, é paga pelo Estado, e os outros grupos precisam de mais imaginação. Devem adotar outra estratégia para procurar fundos.



4
De: Martin Pawley Fecha: 2003-06-12 09:17

Boa resposta, si senhor...



5
De: Omar Fecha: 2003-06-13 04:43

Também acho, muita, mas muita imaginação e uma cara de pau espetacular! A diferença fundamental, para mim, é que adotam técnicas de lavagem cerebral e agem em política sem complexos. Mas são muito perigosos porque chegam ali onde o Estado não chega.



6
De: Esteban Fecha: 2003-07-11 11:56

E- como se o estado non chegara.. :(



7
De: Omar Fecha: 2003-07-15 08:43

Eu falava do estado social, o que leva escolas, hospitais, esgoto, estradas, espaços públicos... Infelizmente a única cara do Estado que todos conhecem é a da polícia, o Estado repressor. Onde devia haver escolas acaba havendo igrejas... dessas ou das outras.



8
De: jose luiz sousa Fecha: 2005-12-24 23:42

Essa pseudo igreja
universal é a maior pi
caretagem que o Brasil
já viu.É um crime con-
tra a economia popular
pois extorque o dinhei-
ro das camadas mas pobres da população.



9
De: jose luiz sousa Fecha: 2005-12-24 23:42

Essa pseudo igreja
universal é a maior pi
caretagem que o Brasil
já viu.É um crime con-
tra a economia popular
pois extorque o dinhei-
ro das camadas mas pobres da população.



10
De: msal Fecha: 2006-05-21 22:36

Cristo não expulsava espíritos malígnos? A questão séria é que estamos esquecendo os seus ensinamentos.



Nombre
Correo-e
URL
Dirección IP: 54.90.159.192 (7790aa9bd2)
Comentario
¿Cuánto es: mil + uno?


Coisas velhas
<Diciembre 2017
Lu Ma Mi Ju Vi Sa Do
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
             

Prestige: exigimos responsabilidades

Dias estranhos

Una cuestión personal

Carta Aberta

Montanha Mágica

miniscente

Galiza Canibal

Blogaliza

O Cu do Mundo

Vieiros

Biblioteca Virtual GAlega

Documentos

Categorías

Blogalia

Blogalia

© Omar